Menu

A contribuição da Quimioterapia Citotóxica nos 5 anos de sobrevivência em malignidades em adultos



Em 2004 a revista Clinical Oncology em sua edição de número 16, divulgou um estudo onde faz um comparativo entre Austrália e Estados unidos sobre a contribuição da Quimioterapia Citotóxica nos 5 anos de sobrevivência em malignidades em adultos.

Abaixo os assustadores resultados, mostrando a porcentagem de sobrevivência dos pacientes, após 5 anos do tratamento:

MORGAN, G et al. The Contribution of Cytotoxic Chemotherapy to 5-year Survival in Adult Malignancies.
Clinical Oncology (2004) 16:549-560

Austrália = 72.903 tratados. 2,3% de sobrevivência.
Melhor efeito: Câncer de testículo: 41% de sobrevivência.
Nenhum efeito: Melanoma, mama, próstata, bexiga, rins e cérebro.

Estados Unidos = 154.971 tratados. 2,1% de sobrevivencia.

Total: 227.874 tratados. 2,2% de sobrevivência.

Após estes números, você ainda pretende utilizar-se deste tratamento?


O Biomagnetismo possui inúmeros resultados positivos, no tratamento de neoplasias malignas.